Automóvel nacional deve ter metade das peças importadas

April 23, 2019

Segundo informações de um estudo feito pela Bright Consultoria, a participação de peças importadas nos carros brasileiros subiu de 20% em 2012 para 35% em média no ano passado, uma alta de 75% no período. Acredita-se que, quando entrar em vigor o calendário de itens de segurança obrigatórios, esse porcentual irá subir, isso a partir de 2020.

Mesmo alguns componentes já comuns nos carros brasileiros ainda dependem das importações. O presidente da Associação Brasileira de Engenharia Automotiva (AEA), Flavio Sakai, ressalta que a condição tributária no País afugenta a produção local de vários componentes pois, sem escala suficiente, importar é mais barato.

Um dos indicadores da alta das importações é o saldo da balança comercial do setor de autopeças, que está negativo desde 2007, após quatro anos de superávit. Em 2018, o saldo ficou negativo em US$ 5,6 bilhões. Nos dois primeiros meses deste ano, está em US$ 625,8 milhões.

Please reload

Posts Em Destaque
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Avenida Marcos Konder, 391 - Centro - Itajai - SC - Cep 88301-301 - Fone (55) 47 3341-2700

Filial: Rua Almirante Guilhem, 2 - Centro - São Francisco do Sul - SC - Cep 89240-000 - Fone (55) 47 3444-0036

© 2016 por Cacer.